segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Plantar




quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Lembranças e desejos

Passando e desejando aos amigos paz ,saúde e MUITO amor . Boas festas. Deixo meus carinhos : Um poema e uma música linda. beijo YL

DELICADO
Pensamento é trilha
Desejo é paisagem
Delicado
Espaço único
Suavemente
Viajamos juntos.

YL




"Seu tempero me deixa bolado
É um mel misturado com dendê
No seu colo eu me embalo
Eu me embolo
Até numa casinha de sapê
Como é lindo o bailado
Debaixo dessa sua saia godê
Quando roda no bamba querer
Fazendo um fuzuê..." (Zeca Pagodinho/Seu balancê)

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Reações naturais





Que a onda molhe
Que o vento cante
Que a pedra e a flor se realizem
Que a noite chegue
cegue
O sonho sobreviva
E me enxergue


YL


Orquestra Brasileira de Música Jamaicana : Primavera

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Homenagem a Vinicius de Moraes

Minha homenagem ao centenário do poeta Vinicius de Moraes que amanhã dia 19/10 completaria 100 anos. Difícil escolher o poema , a música , mas decidi por " TESTAMENTO" retrata verdadeiramente muitas pessoas que só pensam em juntar dinheiro, viver uma vida fútil e hipócrita, baseada na conveniência. E fica a lição ,que desta vida , não levamos NADA . Uma letra atual e digna da sensibilidade dos grandes poetas , dos homens geniais e que deixa um legado precioso.  Obrigada poetinha . "É fogo irmão!". Viva Vinicius! YL



TESTAMENTO

Você que só ganha pra juntar
O que é que há, diz pra mim, o que é que há?
Você vai ver um dia
Em que fria você vai entrar

Por cima uma laje
Embaixo a escuridão
É fogo, irmão! É fogo, irmão!

Falado:

Pois é, amigo, como se dizia antigamente, 
o buraco é mais embaixo... E você com todo o seu baú, 
vai ficar por lá na mais total solidão, pensando à beça 
que não levou nada do que juntou: 
só seu terno de cerimônia. 
Que fossa, hein, meu chapa, que fossa...

Você que não pára pra pensar
Que o tempo é curto e não pára de passar
Você vai ver um dia, que remorso, como é bom parar

Ver um sol se pôr
Ou ver um sol raiar
E desligar, e desligar

Falado:

Mas você, que esperança... 
Bolsa, títulos, capital de giro, public relations (e tome gravata!), 
protocolos, comendas, caviar, champanhe (e tome gravata!), 
o amor sem paixão, o corpo sem alma, 
o pensamento sem espírito
(e tome gravata!) e lá um belo dia, o enfarte; 
ou, pior ainda, o psiquiatra

Você que só faz usufruir
E tem mulher pra usar ou pra exibir
Você vai ver um dia
Em que toca você foi bulir!

A mulher foi feita
Pro amor e pro perdão
Cai nessa não, cai nessa não

Falado:

Você, por exemplo, está aí com a boneca do seu lado, 
linda e chiquérrima, crente que é o amo e senhor do material.
É aí que destino está muitíssimo enganado 
no mais das vezes
ela anda longe, 
perdida num mundo lírico e confuso, 
cheio de canções, aventura e magia. 
E você nem sequer toca a sua alma. 
É, as mulheres são muito estranhas, 
muito estranhas

Você que não gosta de gostar
Pra não sofrer, não sorrir e não chorar
Você vai ver um dia
Em que fria você vai entrar!

Por cima uma laje
Embaixo a escuridão
É fogo, irmão! É fogo, irmão!

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Eu quero anjos



Um comportamento exato
Modifica meu contexto,
Não vejo asas
Tudo muito lógico
Não me faz indecifrável
Eu quero anjos
Eu quero luz

Porque o amor não é óbvio. YL


O Rappa: Anjos (Pra quem tem fé)

ANJOS (O Rappa)
Em algum lugar, pra relaxar
Eu vou pedir pros anjos cantarem por mim
Pra quem tem fé
A vida nunca tem fim
Não tem fim
É

Se você não aceita o conselho, te respeito
Resolveu seguir, ir atrás, cara e coragem
Só que você sai em desvantagem se você não tem fé
Se você não tem fé

Te mostro um trecho, uma passagem de um livro antigo
Pra te provar e mostrar que a vida é linda
Dura, sofrida, carente em qualquer continente
Mas boa de se viver em qualquer lugar
É

Volte a brilhar, volte a brilhar
Um vinho, um pão e uma reza
Uma lua e um sol, sua vida, portas abertas

Podem até gritar, gritar
Podem até barulho então fazer
Ninguém vai te escutar se não tem fé
Ninguém mais vai te ver

Inclinar seu olhar sobre nós e cuidar
Inclinar seu olhar sobre nós e cuidar
Inclinar seu olhar sobre nós e cuidar
Inclinar seu olhar sobre nós e cuidar


Pra você pode ser

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Não importa



Não importa que pessoa seja, nem de onde venha, contanto que me traga alma limpa, tome o café na caneca, se isso for exigência, ande descalço na minha casa, pare para ouvir a música que domina , leia as páginas dos meus cadernos sem que eu sinta algum receio, viva meu mundo inteiro . YL


Filipe Catto : Sem Medida



Sem Medida
Filipe Catto

Incrível você e eu em qualquer lugar
Outros lábios entre os copos vão dizer
Que não adianta correr, supor o estrago, se indignar
Não se mede desespero com você

Falo bem de você em qualquer lugar
Em seu braços nobres homens se perderam
Quem me dera poder ter a coragem de te negar
Mas não se mede sensatez com você

Sempre volto atrás
Então me diga, como quer que eu te queira?
Tenho por nós dois
As verdades só me cabe ignorar
E caminho sem medida com você

Querem você e a mim em qualquer lugar
A distância que me encobria se perdeu
Onde mora o prazer, a compaixão é o pecado
Não se medem devaneios com você

Sempre volto atrás
Então me diga, como quer que eu te queira?
Tenho por nós dois
As verdades só me cabe ignorar
E caminho sem medida com você

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Se



Se ficar na ponta dos pés meu equilíbrio é medíocre. Se me sujar na areia, na água que escorre lá do telhado, sou louca. Se me visto igual, desapareço. Por isso pulo alto, esqueço o tempo, viro uma pessoa desconhecida quase diariamente, isso me fascina ser o que nem sei ao certo. Muito mais para um baú de defeitos e não quero mudá-los, sou como a fruta mordida, balões soltos da mão da criança, pipas no redemoinho, música que talvez você não goste. E o melhor de tudo, ainda falo de amor e quero muito ele por perto, de longe, de lado, no alto, incerto. YL


sexta-feira, 27 de setembro de 2013

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Humanos


terça-feira, 24 de setembro de 2013

Sem razão



Escute o vento nas flores,
Silenciosas,
Espalhadas

Espinhos secam
Novas cores,
Outros cachos

Amor, preciso...
Escute o vento
Sem uma razão. 

YL



segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Ariano e sua genialidade .

Ariano Suassuna analisa banda Calipso.
Coloco na lista :  Michel Teló, Psirico, Paramgolé, Luan Santana entre outros. YL

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Meu protesto


Foto: Yasmine Lemos



O trabalhador  é o bandido aqui .
Vergonha do meu país. YL

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Blogagem Coletiva- Poesia-Espiritual/Esperança

Blogagem Coletiva - Blog Poesia-espiritual

ESPERAR-ESPERANÇA
Acreditar no impossível, ânsia e espírito de fé, esperar sem saber a data, o tempo, o momento. Ter esperança é acreditar sem juramentos, sem contratos, sem palavras, crer que algo de bom chegará mesmo no meio do caos.  A esperança do humilde é esperar a mão estendida do outro, a esperança do afortunado é juntar tesouros que não passarão do chão. Esperança é muito mais que um bichinho verde na nossa janela, ela é o espaço, um hiato entre o homem e sua crença, seja qual forma e preceito.
Pode ser também um abismo, quando a fome , a falta de saúde e amparo cega e seca o coração daquele que sofre. Ter esperança requer uma força anormal, um poder de equilíbrio quase gigantesco quando se olha para os lados, para as esquinas. Olhemos então para o alto e nos resta esperar com fé feito criança , que é feliz só pelo fato de ter algo que vai chegar na certeza invisível de uma fé inocente.YL

sábado, 14 de setembro de 2013

Mar

Degustar como peixe
Sem morder a isca
Sem morrer... Agonia boa
E aqui 

Reviro-me em ondas
Castelos sobreviverão
Amor... Somos vivos,
Imagino, estou em sonho.

Mesmo assim sou grão.
Areia pequena
Descamo, descasco
Reviro-me, nua e crua

Sal e sol
Solta, misturada
E mais uma onda
Acordo.

Azul...
No meu sonho
Sal nas mãos
Água limpa e realizada...

YL



sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Muda o canal.

Eu sempre acreditei. Na maldade e na bondade, na certeza e na dúvida. Entre os espaços estreitos que eles faziam, espremia meu espírito na melhor forma para que  não deformarce nenhum. Maldade e bondade, antagônicas e necessárias, para que uma prevaleça haverá sempre a ação de um maior. O mal não mudará , o bem sempre agonizará, pouco usado e exercido.
Defeituosos somos nós, ao assistir o mundo sepultando crianças em guerras e o cálice de vinho em nossas mãos olhando a TV. Milhões de Pilatos, trocando a música, abrindo o livro, e vivendo folhetim grotesco, politicos corruptos, novos julgamentos para ladrões.

 Desculpem, aqui não há revolta, aqui no papel de vidro não há gritos , existe sim, um silêncio seco depois do gole, da música, da novela e antes de dormir quando pedimos paz para nossas vidas e lá fora, há! Lá fora ... O que temos com isso? Não somos soldados nem deuses, não podemos nada . Então Deus me ensine o que fazer. YL

P.S: total de mortos em ataque químico na Síria até ontem  1.429 , sendo 426 crianças .Fonte : Terra


quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Pense

Pense no Haiti, na Síria, na Palestina, no Brasil etc,etc,etc YL


"...Diante da chacina
111 presos indefesos, mas presos são quase todos pretos
Ou quase pretos, ou quase brancos quase pretos de tão pobres
E pobres são como podres e todos sabem como se tratam os pretos
E quando você for dar uma volta no Caribe
E quando for trepar sem camisinha
E apresentar sua participação inteligente no bloqueio a Cuba..."(Caetano Veloso)

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

De verdades e sinceridades

"COMO É ESQUISITO UMA PESSOA FALANDO A VERDADE, NÃO É?" 

Frase da minha amiga Zélia Freire ,escritora natalense .Não tinha como não registrar. Por isso a amo tanto,sabe muito , entende demais das "coisas". YL

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Ponteiros

Ponteiros são desertos,
horas sozinhos ,
matando tempo.
Juntos em segundos,
badaladas pontuais
com sentimentos precisos.
YL


Tô só dizendo...

Como é bom ser sincero, buscamos essa virtude para nos vangloriar e levantar a taça da ética. Hoje quase todo mundo é feliz e mente compulsivamente, é só dá uma olhada nas redes sociais, lá não existe gente feia, nem tristeza, nem pobreza.

Mas eu quero falar sobre Dona Menina.

Ela falava verdades cortantes com uma naturalidade de desarmar o melhor psiquiatra, porque naquele momento a verdade dela prevalecia e na sua ignorância e sabedoria de vida sofrida, a cautela passava longe. Não era louca, era pobre  e MUITO sincera.
 Amiga dos seus filhos e filhas eu adorava quando ela pegava um para Cristo. 

“– menino vem cá, como é que você pode namorar uma mulher tão feia hein?” , “- Menino ,psiu presta atenção,ela só quer seu dinheiro, tô só dizendo...”

Um silêncio pairava na varanda da casa e ninguém ousava sequer reclamar, o marido não era nem louco, os filhos nem pensar.Eu adorando tudo.

Sempre me arrumava e o ponto de apoio e saída da turma era na casa de Dona Menina, certa vez ela me pegou. Era uma mistura de bullying e terapia gratuita. Eu inocente tasquei um batom vermelho nos lábios e carreguei no lápis de olhos, doze anos, me sentindo a beleza pura. Ela me fitou, balançou a cabeça, botou as mãos na cintura e lançou o comentário:

“- Mine (meu apelido) vem cá, que negócio horrível, uma menina com um batom parece aquelas mulé véia do mundo, tô só dizendo...” o pior que o batom era daqueles 24 horas. Teve cenas inesquecíveis e que ninguém ficou traumatizado e nem conseguíamos ficar com raiva.

Percebo que o grande lance é como equilibrar nos dias de hoje a sinceridade e não sermos hipócritas, melhor ficar calado, ou não escrever nada, deve ser por isso que não me adapto as redes sociais, é tudo lindo demais, é amor demais, imagino ela no facebook ou instagram ,seria processada . Quero envelhecer como Dona Menina, é isso, quero ser a que todos temem ao falar, só de imaginar eu estou rindo aqui, não vai sobrar ninguém. Que maravilha!

- Ei psiu! Menina vem cá...


YL

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Sweet Lorraine

                              Amor verdadeiro não tem fim.Vale a pena assistir ao video . YL


TRADUÇÃO DA LETRA
Oh Doce Lorraine

Oh, doce Lorraine
Eu desejo que nós possamos fazer tudo
Nos bons tempos

Acabou novamente
Oh, doce Lorraine
A vida apenas gira
Mais uma vez

Mas nunca outra vez

Oh, doce Lorraine
Eu desejo que nós façamos
Todos os bons tempos

De novo

Os bons tempos, os bons tempos
Os bons tempos, tudo se acabou de novo
Os bons tempos, os bons tempos
Os bons tempos, tudo se acabou de novo

Mas as memorias sempre
Demoram
Oh, doce Lorraine

Não, eu não quero seguir em frente

Oh, as memorias sempre
Demoram
Minha doce Lorraine

Este é o porque de eu ter escrito a você esta canção

Oh, doce Lorraine
Eu desejo que nós façamos tudo
Nos bons tempos

Acabou novamente

Oh, doce Lorraine
A vida apenas gira
Mais uma vez

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Flores


Recebeu tantas flores mas secaram .
Amou tanto que novamente brotaram
em plena saudade.
YL


terça-feira, 3 de setembro de 2013

Seu tipo

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Feche os olhos e imagine...

Trouxe flores para você, as flores de setembro. Aperte no peito, mas cuidado com os espinhos, cheire e aproveite o perfume que ainda existe,perceba: Elas são lindas. Veja agora no jarro, ele vai ficar, mas elas não. Aproveite. YL


domingo, 1 de setembro de 2013

Chinelo


sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Sei lá

Ferreira Gullar escreveu que muitas vezes é melhor ser feliz do que ter razão. Concordo com o poeta. 
Assim ando abrindo mão da razão por aí. YL

Um fim de semana de paz

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

TEMPO




Eu com 6 anos (Feliz)


TEMPO
Faça um poema
E veja o tempo parar,
Você se eternizar,
Brincar com o destino.

YL


(Do meu livro Rascunhos/2010)




quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Descuido

Cada grito que explode por dentro,
Eu, pisando em mim.
Com descuido proposital,
Campo minado e cansado,
Letal e silencioso.
YL




segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Conjugações

Vestido vazio
Vitrines ou chão
Corpo sozinho

Sonho ilustrando
Desenhos de ilusão
Sinalizando realidade e desejo

Conjugações em confusão
Amor vestindo a pele
Em qualquer  tempo e dimensão.

YL



domingo, 25 de agosto de 2013

Domingo


Chuva em Natal. YL 

sábado, 24 de agosto de 2013

Sempre é viver


E não existe nada agora. Sempre é viver .Parabéns ,  e será sempre muito bom comemorar.
 Saúde e paz e amor. Leão.! Detalhe : já é sábado , continuemos! YL








sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Blogagem coletiva

QUANDO ME DEIXEI TOCAR PELO SAGRADO. -
 BLOGAGEM COLETIVA  4 ANOS DO BLOG ESPIRITUALIDADE.


Topei o desafio da amiga Rosélia sobre o tema.

Acredito hoje que o termo já nos faz sentir algo maior e poderoso. Acredito que a vida nos leva e nos prepara deixando abertos canais para o sagrado se aproximar de nós e cabe à pessoa aceitar os sinais ou não. Que sinais? No sofrimento quando nos sentimos sozinhos, nas tormentas quando ficamos cegos e tendo crença ou não o homem necessita olhar para o alto mesmo sem crer, é um gesto automático, desespero, agonia. Nesses momentos algo extraordinário paira no invisivel e quem abre o espirito, sente o conforto, e que existe uma porta aberta para o consolo, assim aprendi o caminho. Nas alegrias ,aprendi a agradecer, nas tristezas a buscar entender e aceitar de maneira lúcida sem ódios. Somos um corpo e somos um templo, não precisamos de placas para que sejamos bons. Cada comida quente na mesa é sagrada, cada criança feliz é sagrada ,a delicadeza é sagrada porque vem de Deus ,vem das almas puras e boas, o desapego é sagrado. Acredito que o respeito e o reconhecimento das coisas mais simples, Ele está presente. YL

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Pelo jardim

Sol nascendo manhoso,algumas asas pelo jardim. Da janela respondi aos anjos sobre o amor:
– Presente, aqui comigo,
 sempre, 
como vocês quiseram.
Amém.

YL


segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Decreto





Não determinarei tempo para felicidade ficar,cultivarei seus caprichos,por falta de tempo para coisas inúteis.YL

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Música



quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Cheiro e gosto

Saudade matada,
amor de cheiro e gosto
força que o pensamento se espanta
gruda na pele,
 vida real.

YL



quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Nós

Não esqueço
nada
e
em tudo
nós


YL



segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Sonhos



Que meus sonhos são tenham filtros , nem limites , porque o que é bom tem que ser para sempre.YL

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

De qualquer jeito

Mensagem de Rubens para o pai, sinceridade é tudo.
Desejo a todos os pais um dia feliz ,aliás todos os dias de paz e força para luta diária. YL

Foto:Yasmine Lemos

Eu sinceramente te amo do meu coração e você também me ama você poderia ser alto,rico,pobre, baixo,sem barba, ou quadrado eu iria te amar de qualquer jeito porque você é meu pai

TE AMO! 
Rubens Neto


quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Dança

É verdade, me entrego a tudo por amor,se não for , já não estou, nada de mais. Silenciosamente sinto que pareço ao mundo um escândalo, mas não quero ser compreensível.
Não mereço ,não mereço !Grita um grito aqui por dentro, então obedeço à ordem natural das “coisas” que nem sei quais são.
Então vem a música e me liberta, sendo quieta, pessoa estática, pois não costumo ser performática, parada, meu corpo sente a dança que ninguém enxerga, nem eu.
Dançar, sentir, amar. Sentir, amar, cansar. Entre um passo e outro da alma , um soluço aperta o replay... YL


terça-feira, 6 de agosto de 2013

Espírito evoluído

Uma lição, uma lógica perfeita e pura. O mundo precisa deles. YL

domingo, 4 de agosto de 2013

Não importa



Daqui a pouco : sol ou chuva.
Não importa,
Felicidade abre a porta
Alegria madura,

Pronta pra ser degustada. YL

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Verbo



Verbo AMAR . Saudável praticá-lo sempre no gerúndio . Tempo indicando que a vida é presente em movimento, fé e sonho. Amando , vivendo , continuando , sobrevoando e sobrevivendo (a tudo).YL




Natiruts : Vento.sol, coração DVD 2013

terça-feira, 16 de julho de 2013

Sucupira é aqui




" A INCULTURA É QUE INCETEVEIA A PROLIFERAÇÃO DA CORRUPTÂNCIA" ( Odorico Paraguaçu).

Em tempo: Imagine se naquele tempo ele fosse blogueiro ou (a ) , o cordão dos "puxa" comentariam o lamentável de se ler . A arte imita a vida? YL

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Oportunismo

Aproveitar o sol pra tirar o mofo das roupas
A chuva pra lavar a alma , mas as roupas cansam no varal, como corpos pendurados , esperando.
Aproveitar a vontade ,
Sorriso quente
Tudo molhado
Aproveitar a paciência
Coisas da vida
Sonho?Sonho? Escute pelo menos meu silêncio .

E observe meu oportunismo descarado. YL


Filipe Catto :Adoração

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Música,amor




ACHO
Acho que fiz meia música pra você
Aceita minha meia música
Desculpa o meu vexame
De fazer meia música pra você

Acho que fiz meio amor com você
Aceita meu amor ao meio 
Meu sonho de sedutor
De fazer meio amor com você

Acho que quero ser meio de você
Metade da metade 
Da super felicidade
Do meio que provoca o teu prazer

Música, amor
(Alexandre Nero)

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Brasil


quarta-feira, 10 de julho de 2013

Estou feliz


Vou copiando com os devidos créditos. Seja a vida cinza em um dia, no outro azul. Lulu me ensinou que "..Tudo azul, tudo zen ,meu bem..", contornando as cores e delas o mar azul de Tim que pedia pra que o mundo lhe ouvisse: " um nasce pra sofrer ,enquanto outro ri..." E vou caminhando , agora me vendo com narcisismo equilibrado entre a necessidade de me cuidar e não esquecer que também posso ferir, sendo imagem ou apenas ação. E hoje Simonal me lembrou que é muito bom ser feliz em segundos, minutos, todos os dias, um pouco. E " vesti azul e minha sorte então mudou". YL

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Copa

Este vídeo feito por uma brasileira  antes das manifestações no Brasil,ela mora nos Estados Unidos e é cineasta,o vídeo vem tomando uma proporção gigantesca nas redes sociais e internet pela forma clara que ela explica a situação do país atualmente,não contra a copa do mundo ,mas primeiro "arrumar a casa" para poder realizar um evento milionário.Vale muito  a pena assitir . YL



sexta-feira, 28 de junho de 2013

Quanto custa?




Roupa limpa,
Barriga cheia,
Pés no acelerador,
Remédio do doutor.

Tudo certo, tudo fácil.

Ei psiu! Olhe pros lados,
Tem muito choro abafado no asfalto

Sem pão,
Política do cão.

Ei psiu! Quanto custa seu silêncio meu irmão? YL



Eu quero é botar meu bloco na rua : Sergio Sampaio/Canta Lenine e Monobloco

terça-feira, 25 de junho de 2013

Do it






Do It
Lenine

Tá cansada, senta
Se acredita, tenta
Se tá frio, esquenta
Se tá fora, entra
Se pediu, agüenta
Se pediu, agüenta...

Se sujou, cai fora
Se dá pé, namora
Tá doendo, chora
Tá caindo, escora
Não tá bom, melhora
Não tá bom, melhora...

Se aperta, grite
Se tá chato, agite
Se não tem, credite
Se foi falta, apite
Se não é, imite...

Se é do mato, amanse
Trabalhou, descanse
Se tem festa, dance
Se tá longe, alcance
Use sua chance
Use sua chance...

Se tá puto, quebre
Ta feliz, requebre
Se venceu, celebre
Se tá velho, alquebre
Corra atrás da lebre
Corra atrás da lebre...

Se perdeu, procure
Se é seu, segure
Se tá mal, se cure
Se é verdade, jure
Quer saber, apure
Quer saber, apure...

Se sobrou, congele
Se não vai, cancele
Se é inocente, apele
Escravo, se rebele
Nunca se atropele...

Se escreveu, remeta
Engrossou, se meta
E quer dever, prometa
Prá moldar, derreta
Não se submeta
Não se submeta...

sábado, 22 de junho de 2013

Eu sou a favor...


"meu yayá ,meu yoyô..."paz e amor.Um ótimo fds YL

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Liberdade


Respeito quem ignora e faz de conta que nada aconteceu,mas aqui deixo o registro de um dia histórico na minha cidade . Quem quiser fale o  que quiser ,mas aqui eu falo o que sinto e o que vi , sou  livre "$" , e nessa hora é bom demais não dever a ninguém politicamente. Não tem preço a sensação, por isto nada tenho e é MUITO BOM !!!.YL



Gente sente tudo,gente tem que se envolver...






Cadê Meu Jardim?
Alexandre Nero

O homem teve um enfarte do coração
E ao invés de "bom dia" dizia "eu te amo"
A vida dele se enfartou e ele preferiu um ataque de lirismo
A vida não é assim tão previsível

Cuidado com o que planta no mundo
Cuidado com o que toca no mundo
Não adianta fingir que não sente
Gente sente tudo!
Gente tem que se envolver
A gente é emoção.
Corremos com as pernas e vamos devagar com o coração

Estamos fugindo de que?
Estamos fingindo pra que?
Pra que tanta proteção?

Guarda chuva, revolver,
Cães de guarda, filtro solar
Muros de tijolos e de pele,
Meu muro cheio de cacos
Ninguém entra no meu jardim
Queria a vida mais doce
Mas os frutos ainda são

E se você trouxer o seu lar
Eu vou cuidar do seu jardim
Pra que buscar em outro lugar?
Se está tudo aqui bem dentro, em mim
Que venham todos os fins, que venham todos os fins
Por que eu sei recomeçar

quarta-feira, 19 de junho de 2013

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Só os beijos... Brasil vê se cresce e grita mais!


Brasil


P.S: Devido aos comentários e opiniões diversas, minha opinião é pessoal diante dos fatos , sou contra a violência e a baderna , não justificam, pelo contrário agride também o foco da questão , do manisfesto . É claro e  notório o caos no país , só que agora a classe mais atingida foi a média , os ricos continuam mais ricos e a pobreza ,pouco sente pois já vive numa situação de "acomodação " com essas "bolsas" etc. O que é claro também e é preciso ficar atento ; o país está esgotado de assistir a impunidade, a hipocrisia e ouvir de muitos políticos que não existe inflação. Aqui no meu estado RN , se vive uma tremenda crise na saúde, na segurança pública, e educação, e o pior é que não há uma oposição de peso, daqueles que deveriam reclamar por nós,não sendo injusta existe dois ou três deputados que botam a boca no trombone, o que causa um espanto silencioso na população, mas hoje nem tanto. Que fique bem claro que tem que acontecer algo ,gritos de protesto, reclamações,sem violência,sem ignorância, E QUE NESSE MOMENTO  NÃO LEVANTEM BANDEIRAS PARTIDÁRIAS EM PROL DE TERCEIRAS INTENÇÕES ELEITOREIRAS . YL

quarta-feira, 12 de junho de 2013

12 de junho

Porque eu amo e vou continuar amando . YL


terça-feira, 11 de junho de 2013

Dentro

No meio da chuva
O corpo não molha
E dentro dele
Um temporal
YL


p.s: Muita chuva hoje na  cidade do sol

Jorge Ben : Que Maravilha

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Azul

Acordei azul como o céu . YL


Vesti azul (Wilson Simonal, canta : Frejat)

sábado, 8 de junho de 2013

Corredores da vida

O dia da criança estava chegando, lá pelo inicio dos anos 80. O regime militar já não tinha os gritos tão fortes, mas estavam na espreita sempre, e a democracia em gestação natural, crescia pelos cantos dos muros, pelas vontades contidas depois de tanto sofrimento e dor.
Era lógico que a nossa situação financeira era péssima, meu pai tentando um emprego, depois de um longo periodo entre torturas e exílio político, trabalhando em um jornal de esquerda, dinheiro minguado, contado. Aluguel, comida, escola e ponto, tudo medido. Eu e meu irmão mais velho apesar de pequenos, entendíamos a situação, lembro claramente que tínhamos desejos como qualquer criança, mas a boca não reclamava, não havia histérismos.
Nessa época morávamos em Recife, e já comecei a conhecer a saudade. Longe da família, dos primos, do aconchego da casa da minha avó. Uma tarde, minha mãe falou que tinha sobrado da feira algum dinheiro, era pouco, mas eu e meu irmão poderíamos escolher um presente. Minha memória de elefante me permite enxergar a cena: a loja de departamento infantil lotada dos brinquedos mais lindos, bonecas, carros etc. E nós dois andando pelos corredores sem ter o que fazer, eu não tive coragem de escolher nada, com pena do meu pai. Preocupada com a angústia da minha mãe. Crescemos embaixo das porradas da realidade,sem necessidade de alarmes e dengos. Ficamos sem presentes, outros anos vieram e melhores, mas tudo sem traumas maiores. E a vida é assim: dá e toma, envolve e larga. Um tem sorte, outro não, um nasce com “a cama” pronta, outro tem que batalhar até o prego para fazer a cama. Nunca  me revoltei contra eles. Eu aceitava porque era a realidade. Depois, nunca me imaginei sendo a menina protegida, blindada, a que não pode trabalhar cedo porque tem que primeiro estudar, coisas normais que a maioria dos pais desejam para seus filhos. Sofrer cedo demais, nos faz ter uma lucidez absurda, uma forma de enxergar a vida sem floreios: verdade ou mentira faça sua escolha.Um preço muito alto,doloroso .
Eu sei que era a menina “velha” e sempre um medo de perder algo me rondava o peito. Perder o carinho, perder a velha boneca Pêpa, mudar de cidade. Hoje tenho meu filho que me ensina coisas com seus oito anos e diferente de mim, nasceu no tempo das coisas modernas, e rápidas . Criar filhos é um exercício difícil, árduo, por isso não quero que ele perca a candura, que viva a infância como ela tem que ser: colorida, lúdica, apesar de ser muitas vezes dura com ele, digo a verdade nua e crua. Apesar de tudo, ainda sonho, viajo em mundos que só eu sei chegar e ser o que quiser (uma infância esquecida que insiste em acontecer). Uma coisa eu tenho certeza e que me deixa feliz : ninguém  me tirou a ânsia de amar.YL


P.S: Sempre escuto essa música linda de Gonzaguinha  e sempre me emociono e hoje fazendo sucesso na abertura da novela das 21hs. Ela me faz viajar no tempo e por isto o texto . 



Maravida
Gonzaguinha

Era uma vez eu no meio da vida
Essa vida assim, tanto mar, tanto mar
Coisa de doce e de sal
Essa vida assim, tanto mar, tanto mar
Sempre o mar, cores indo
Do verde mais verde ao anil mais anil
Cores do sol e da chuva
Do sol e do vento, do sol e o luar
Era o tempo na rua e eu nua
Usando e abusando do verbo provar
Um beija-flor, flor em flor, bar em bar
Bem ou mal margulhar
Sempre menina franzina, traquina
De tudo querendo, provar e provar
Sempre garota, marota, tão louca
A boca de tudo querendo levar
Vida, vida, vida
Que seja do jeito que for
Mar, amar, amor
Se a dor quer o mar dessa dor, ah!
Quero no meu peito repleto
De tudo que possa abraçar
Quero a sede e a fome eternas
De amar, e amar e amar...
Vida, vida, vida.

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Só love

Que os feras críticos tenham a resposta. Fico aqui batendo cabeça pra entender como o nível das músicas mudam , pouco para melhor. Curtindo a dupla do final dos anos 90 Claudinho e Buchecha , fico mais convencida que o tempo determina o que é bom . Letras inocentes , ritmo envolvente e muita alegria , volto no tempo. Não vou nem escrever sobre os funks atuais e suas letras e coreografias. Pouparei os leitores .  E sexta feira chegou . YL



"...Eu não vou confiar
Em ninguém
E nem vou me envolver
Com qualquer
Pra despir toda essa razão
E a emoção, transparecer
Deixarei que os momentos se vão
Pra amar tem que ser
Com você..." (Claudinho e Buchecha)

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Humanóides


quarta-feira, 5 de junho de 2013

Todo dia

Preciso sempre de amor ,
 precisamos de mais amor
 no mundo . YL


Jorge Ben Jor : É proibido pisar na grama

"...Preciso às vezes ser durão
Pois eu sou muito sentimental meu amor
Preciso falar com alguém que precise de alguém
Prá falar também..." ( Jorge Ben Jor)

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Crônica de segunda.

Sou estranha, esquisita. Sou uma pessoa com defeitos feios, sem condições de acertos para modelar os olhos alheios. Gosto de querer, gosto de sentir, ter certeza que meus inimigos pagaram por seus erros como eu paguei pelos meus. Tenho sede de justiça que chega a doer , a ser uma dor física,coração lateja e acelera e nessa estupidez , eu choro de indignação. Sou uma pessoa estranha, não gosto de perdoar quem me feriu com gana, com força na humilhação,não esqueço, quero meus inimigos longe de mim, não sei conviver com o mal. Sou tão estranha que sinto medo de mim às vezes, da minha memória terrívelmente detalhista, precisa nos fatos bons e nos ruins, eles dentro da minha mente e coração tem um peso que me faz ser água e fogo, ao mesmo tempo .Sou estranha sim, trago comigo saudades imensas, cruéis e não vou mentir que tenho certa acomodação em não querer fazer exercícios mentais para diminui-la, mas não fomento, ela chega e deixo ficar, ela é forte como um tigre, tem um abraço frio, depois ela vai embora, e o interessante é que  quanto mais o tempo passa, ela envelhece e eu viro criança, perdida no meio do escuro querendo colo de alguém, de pai, de tia, de alguém que me amou. Sou o que sou e não sou igual a ninguém, como não pensar em dinheiro e precisar dele? Quero e procuro somente o essencial (coisas para meu filho, um vestido bonito na loja popular, perfume, sapato alto ( tirar em 5 minutos com dor nos pés), comida, plano de saúde, minha casa. Sou medíocre? Devo ser. Pra mim está tudo ótimo. Faço tipo? Talvez não, acho que não. O problema é sentir demais, amar demais e respeitar os sentimentos alheios demais, o excesso é o problema. Sou estranha, esquisita. Amorosa e ciumenta. Doce e ácida quando tenho que ser, e minha mania de conversar com Deus é constante, sou tão pretenciosa que acredito que Ele pára pra me ouvir, enquanto o mundo está o caos, nesse momento em que escrevo rio sem querer, pois lembrei que nessas conversas, sempre começo pedindo perdão, uma pessoa que não sabe esquecer quem lhe fez o mal, contradição. Ainda acredito em poesia, em música que faz chorar e tenho também mania de procurar canto de passarinho no final de tarde, feito uma pessoa que não tem preocupação, problemas, sinto inveja dos passarinhos. Sou invejosa? Se for que seja só dos passarinhos. Tudo muito normal pra mim e esquisito pro mundo torto. YL


Abre alas : Ivan Lins
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...