quarta-feira, 7 de julho de 2010

DA VIDA


A vida se quiser me entregue nas mãos cacos de vidro, que posso tentar fazê-los uma escultura, mesmo que corram gotas de sangue, quem olhar, achará que são liquidos de algum doce que comi, travo na língua, azedo sem fim. A vida é assim. Nada é exato, depende do ângulo de quem as vê e crer que são reais.

A faca também corta a rosa que brota, e ela ainda sustenta beleza, mesmo que por poucos dias, o consolo do regador, não diminui a solidão de não se ter mas seu jardim, mas a vida é assim.

Existem cortes para que se abram cicatrizes e aprendizados. Cheiro fraco de perfume mofado, de flores que enfeitam rostos que já não mais sorriem.

Como a agulha costura o pano, pode furar um nervo e apenas um pingo e a dor fina lateja como um sofrimento rápido que depois sugado pela própria boca, se aquieta diante do analgésico.

A vida é assim,viver e amar é tudo isso, mas suas recompensas são extremas, suas fontes inesgotáveis.

No mais , ficam as hipocrisias, que não nos permitem chorar, sentir alegria, gritar, ser feliz. Mas sou desobediente, rebelde, arisca, inquieta, mesmo dormindo.

Se cair e minhas asas imaginárias não funcionarem, eu penso e , imagino ,corro o mundo, e sorrio para quem tentou me parar .

Faço o que sinto e meu coração manda por isso quase sempre não me entendo e amo um tanto mais, sempre mais .

É a vida.



Yasmine Lemos

07/07/2010

2 comentários:

  1. Ah minha amiga...

    Eu também to sempre amando mais.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  2. é o que vale nesta louca vida! beijão Mari.

    ResponderExcluir

Amor e Paz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...