quarta-feira, 31 de março de 2010

ÊXODO


Há momentos que gostaria de ser uma multidão

Migrando para dentro de você.

Extrair meu desejo

Renascer

Êxodo



Yasmine Lemos

31/03/2010

terça-feira, 30 de março de 2010

PARA AS MENINAS


Mari, uma amiga blogueira notou minha preguiça,sensivel e sonhadora como eu. Eu já havia avisado de um desânimo persistente, pois não vinha postando como antes, mas nada fisico, mas por dentro do corpo, da alma. Quantas vezes me sinto assim e não sei explicar claramente, sei sentir, pensar, querer.

Mistura-se tudo como no “Misturação” deAna Karla. Cores fortes, poemas tristes, alegria, fatos que vivi, coisas que acontecem,tem muito aqui dentro dos escritos de Samantha com seus 15 anos que explode maturidade e conflitos de um adulto, melancolia, angustia, dúvidas. Somos todos parecidos.

Acontece.

E a estagnação se sobressai. Como não sou chegada a livros de auto-ajuda, recorro às músicas, as letras, as melodias outra forma de comunicação, mas que me satisfaz.

Acreditando não possuir um dos pecados capitais, fico na linha do pecado normal de não querer escrever e sim calar o espirito e deixar que paire a observadora.

Essa música de Amy me ajuda a pensar, mesmo sendo triste a letra, gosto de ouvi-la, várias e várias vezes, quem sabe assim a outra vai embora e mais uma outra chega , para bagunçar meu coração e deixar que  eu volte para mim.



Beijos meninas.

Yasmine Lemos

30/03/2010

segunda-feira, 29 de março de 2010

quinta-feira, 25 de março de 2010

VIDA

quarta-feira, 24 de março de 2010

LAPSO


Meu Deus ainda me pego a sonhar! E depois desses lapsos em que a sensatez trás a realidade de volta, não me aceito, me inquieto, algo me incomoda bastante, espirito sem querer pisar no chão.



Yasmine Lemos
24/03/2010

terça-feira, 23 de março de 2010

RC

O INFERNO É AQUI

Isabela
"Não importa saber se a gente acredita em Deus: o importante é saber se Deus acredita na gente..."

(Mário Quintana)



domingo, 21 de março de 2010

MARISA MONTE

Bom dia, bom domingo no bonde do dom...



sexta-feira, 19 de março de 2010

JULIANA DINIZ

Música bonita porque o fim de semana chegou.

quinta-feira, 18 de março de 2010

PRESENTES


Quer sabe do que sou capaz? Olhe o céu. O mar. O fruto que nasce. São seus.

Pelo menos eu sinto essa vontade em lhe entregar como presentes meus. De concreto, seu coração cheio das minhas intenções, é simples assim. Abra suas mãos e lembre-se de mim: estou aqui.



Yasmine Lemos

18/03/2010

quarta-feira, 17 de março de 2010

QUINTANA

"Se alguém te perguntar o quiseste dizer com um poema, pergunta-lhe o que Deus quis dizer com este mundo..."
(Mário Quintana)

terça-feira, 16 de março de 2010

SIVUCA

"Só sei que enquanto houver os corações
Nem mesmo mil ladrões podem roubar canções ..."




NEM FALEI EM VOCÊ


Esqueçam tudo que escrevi até agora, aliás, acredito sinceramente que nem lembram. Não quis dizer nada, não aconteceu nada, só tentei existir e esquecer os maus, ou atrair a bondade, enquanto estou ausente nas minhas indagações, restam coisas que sempre quis esquecer, a injustiça, por exemplo, é uma delas. Tudo está vindo ao contrário.

Não sei viver com isso, prefiro divagar e enlouquecer, nem que seja por segundos. E hoje nem falei de amor... Mas o amor a tudo perdoa.



Yasmine Lemos

16/03/10

segunda-feira, 15 de março de 2010

domingo, 14 de março de 2010

14 DE MARÇO DIA DA POESIA




O poema quer silêncio para poder nascer, que dor para chorar, amor para virar forma e se tornar real.







Yasmine Lemos


14/03/10

sábado, 13 de março de 2010

PEDRO MENDES

Linda Baby é como se fosse um hino de amor a nossa cidade Natal, do compositor e cantor potiguar Pedrinho Mendes,um dos melhores da terra. vejam que imagens lindas e que cidade maravilhosa ... (YL)

quinta-feira, 11 de março de 2010

MAIS UMA DE AMOR


O amor comportado e com medidas corretas, que não possui surpresas ,mas o mesmos atos todos os dias, é um amor pequeno, talvez nem chegue a maturidade , adormeça na conveniência.

Yasmine Lemos
11/03/10

quarta-feira, 10 de março de 2010

TIM MAIA

Adoro demais essa música , não podia faltar aqui no meu cantinho (YL)

BEM


Envergonho–me de tanto lhe querer. Querer todo dia você para poder existir e ser.


Yasmine Lemos
10/03/10

terça-feira, 9 de março de 2010

JOÃO GILBERTO

VESTES


Não estou nua. Meu corpo é coberto de amor. Na verdade não são vestes, mas uma couraça para se viver feliz. Perceber tudo isso em mim, seria numa segunda vista. Poucos olham com o espírito, mas numa aflição, que eu não passaria de mais uma pose em alguma vitrine. Um poema jogado no chão.



Yasmine Lemos

09/02/10

domingo, 7 de março de 2010

MULHER

Seu corpo intacto na urna de cristal no Convento de Cassia na Itália
Dia 08 de março Dia Internacional da Mulher. Resolvi colocar no blog a história de uma mulher fascinante que passou por todos os estágios normais de uma mulher comum, só que sofrimento e a dor jamais a deixaram. Independente de crença sua história de vida é incontestável,independente de sua santidade ,ela foi uma mulher que lutou com humildade e persistência para alcançar seus objetivos.

Minha santa de devoção Santa Rita de Cássia das causas impossíveis. Aqui o registro de sua maravilhosa história.



Santa Rita de Cássia ou Santa dos Impossíveis, como é geralmente conhecida a grande advogada dos aflitos, nasceu em Rocca Porena, perto de Cássia (Itália), em 22 de Maio de 1381, tendo por pais Antônio Mancini e Amada Ferri. O nascimento da Santa foi precedido por sinais maravilhosos e visões celestiais que fizeram seus pais perceberem algo da futura e providencial missão de Rita, que seria colocada no mundo para instrumento da misericórdia de Deus em favor da humanidade sofredora.

Desde jovem, Rita tinha intenção de ser religiosa, mas seus pais, temendo que ela ficasse sozinha, resolveram casá-la com um jovem de família nobre, mas de temperamento excessivamente violento. Ela suportou pacientemente tal situação por 18 anos. Como ele tinha muitos inimigos, foi assassinado. A viúva suportou a dolorosa perda, perdoando os assassinos. Porém, crescia em seus filhos o desejo de vingança. Rita pediu que Deus os levasse, pois seria melhor que outra tragédia. Assim, perdeu os filhos. Rita estava livre para dedicar-se a Deus e pediu para entrar no Convento das religiosas Agostinianas da cidade. Mas naquela comunidade só podiam entrar virgens. Então, ela transformou sua casa num claustro, onde rezava as orações habituais das religiosas.

Uma noite, enquanto rezava, ouviu três batidas violentas em sua porta e uma voz lá de fora dizia: “Rita! Rita!”. Abriu a porta e viu em sua frente três Santos, que rapidamente a levaram ao Convento onde havia sido negada três vezes. Os mensageiros fizeram-na entrar, apesar das portas estarem fechadas, e deixaram Rita de Cássia em um dos claustros. Depois desapareceram.A superiora ficou fascinada com essa manifestação Divina. As religiosas decidiram por unanimidade que a viúva fosse recebida. Admitida noviça Rita começou a trabalhar para realizar seus desejos. Consagrou-se à oração e penitência, seu corpo foi seguidamente flagelado. Passava os dias a pão e água e noites sob vigília e oração.

Certo dia pediu com extraordinário fervor que um estigma de Jesus aparecesse para sentir a dor da redenção. Em uma visão, Rita recebeu um espinho cravado em sua testa. A chaga ficou por toda a vida e ainda pode-se vê-la em sua cabeça conservada intacta com o resto do corpo.

Um dia uma parente foi visitá-la, ela agradeceu a visita e ao se despedir pediu que lhe trouxesse algumas rosas do jardim. Como era inverno e não tinha rosas, pensaram que Rita estava delirando e sua visitante não ligou para seu pedido. Como para voltar para casa teria que passar pelo jardim olhou e se surpreendeu ao contemplar quatro lindas rosas que se abriram entre os ramos secos. Admirada do prodígio, entrou no jardim, colheu as flores e as levou ao Convento de Cássia. Nesta época, Rita estava muito doente e morreu em 22 de Maio de 1547.

No dia seguinte, seu corpo foi colocado na Igreja do Convento. Todos os habitantes da cidade foram venerar a religiosa.



SANTIFICAÇÃO DO CORPO INTACTO

No século XVII foi beatificada e em 24 de Maio de 1990, canonizada. O corpo de Santa Rita de Cássia continua conservado intacto até hoje. Qualquer pessoa pode contemplá-la na Igreja do Convento de Cássia, dentro de um relicário de cristal. Depois de tantos anos, seus membros ainda têm flexibilidade e pela expressão do rosto, parece estar dormindo.



Fonte: www.igrejaparati.com.br/





sábado, 6 de março de 2010

sexta-feira, 5 de março de 2010

quinta-feira, 4 de março de 2010

QUASE


Não tenho quase nenhum direito. Possuo confusões aqui por dentro.

Horas me vejo aos gritos me buscando em palavras que eu não quero pronunciar, outras vezes sou beija-flor, a fixar olhar na flor, quase parada. Quase ninguém me ouve.

Tudo quase, tudo por um triz. E ainda assim me sentindo pequena, rascunho na quase arte final. Os conflitos entre corpo e alma são tão intensos, que consigo ser por um segundo gigante, sem poder me alcançar , nave espacial , balão solto no ar .

Quase me tornando um direito de existir do jeito que sou. É quando meu grito põe ordem nas confusões, então se revela uma conquista no meu peito: Por ordem em mim. Brincadeira de menina, casa de boneca.

Cama, mesa e jardim.



Yasmine Lemos

04/02/10

quarta-feira, 3 de março de 2010

terça-feira, 2 de março de 2010

A PLACA



Se pudesse colocaria uma placa em mim. “IRREVERSÍVEIS SENTIMENTOS” talvez alguns parassem, olhassem e covardemente virassem as costas. Outros inquietos, pelo instinto desafiador, tentassem argumentar com frases de auto-ajuda, aquelas cansativas e óbvias.

Mal sabem eles que prefiro ficar no meio fio, na onda que quebra , na estante, me fingindo de quieta. Pra quê conserto?

Sou minha salvação. Amar seria a única delas. Se este sentimento me transformasse em um animal indomável, livre, eu sustentaria lágrimas e angústias, em galopes desordenados.

Assim, jogaria a placa fora, mas nos meus olhos estariam escritos versos tão simples, que queimariam como fogo o olhar mais triste,  por demonstrar amor demais.



Yasmine Lemos

02/03/10

segunda-feira, 1 de março de 2010

IMPERFEITA


- Até agora não consegui ser: a mais comportada, a mais bela, a mais rica, a mais amada. Consegui extrapolar todos os sentimentos: amor, choro, pranto, gargalhada e silêncios reveladores. Consegui ser tão natural que assustei. Não uso máscaras, nem armas, nem regras. Não mudo, me desnudo. Só sei amar completamente nua de tudo que ofende e se contradiz. É o meu jeito. Imperfeito e feliz.





-Yasmine Lemos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...