quinta-feira, 18 de agosto de 2011

CATIVEIRO



Não esqueço nada. Insistência de tempo querendo ficar. Tudo na memória. Bonança, tempestades, alegrias e saudades. Acreditava que guardava, mas eles é que me guardam como presa inusitada, querendo o cativeiro, um baú onde apenas suas mãos no meu rosto me salvam da realidade.



Celine Dion : J Attendais

17 comentários:

  1. hummmm Lindona, não gosto de cativeiros, isso lembra, prisão, escravidão, servidão, falta de liberdade, mesmo quando é recheado de todo tipo de memória que possamos ter.
    Prefiro a liberdade e a realidade de ter ou não ter, mesmo que doa.
    Mas cada qual com seu cada um.
    se cuida
    Meu carinho sempre.
    beijos.

    ResponderExcluir
  2. Oi Yasmine
    E as peças vão se encaixando nessa corrida louca de viver .Nunca sabemos o que é mais dificil se é a ida ou a volta, se remexer os baús ou trancá-los a chave.Se quimeras ou realidade.
    um bom fim de semana com abraços meus

    ResponderExcluir
  3. Oi Yasmine!
    Que bom quando temos quem nos salve das amarras do tempo. Linda música, "eu o esperei para finalmente viver", lindo...

    Beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
  4. Abrir ou fechar baús.O bom é tirar o que não nos faz bem, deixar as boas recordações e momentos...beijos,chica

    ResponderExcluir
  5. E continuas esfinge, dificil é decifrar. Beijo de zélia

    ResponderExcluir
  6. Cativeiro?
    Estou fora!!!!
    Mas a música é arretada.
    Xeros

    ResponderExcluir
  7. O bom de tudo isso é que a escravidão não é dolorosa, mas doce...Obrigada pelo apoio nesses dias de dor por que passei. Bjks, Milla

    ResponderExcluir
  8. Loira...essa coisa de se ter onde receber
    todo o aconchego é delicioso.

    beijo

    ResponderExcluir
  9. Nossa que lido esse:

    "Não esqueço nada. Insistência de tempo querendo ficar."

    Bjus Rainha Deusa!

    ResponderExcluir
  10. Mas um resgate assim afugenta qualquer má lembrança que insista se instalar em nós. rsrs. Maravilha, Yasmine! Abração.

    ResponderExcluir
  11. Boa noite menina poetisa, as vezes, me sinto assim presa as amarras da vida, então me da uns cinco minutos, rodo a baiana, mando tudo pro alto e relaxo...Mas as mãos que me salvam e as mãos de DEUS, pois a ele peço graças...Bjin

    ResponderExcluir
  12. Menina... hoje eu fiquei o dia com esse carinho de um amigo...
    "...apenas suas mãos no meu rosto me salvam da realidade"....
    Agora, acho-o aqui...
    Perfeito!!!
    E como salvam...
    Nada igual ao valor do afeto de coração a coração...
    Gosto do que escreve, querida... Tudo a ver comigo...
    Bjs fraternos de paz

    ResponderExcluir
  13. Amooooooooo francês, que coisa linda! Mas cativeiro gosto não.... hehehe :P
    Beijo, beijoooo

    ResponderExcluir
  14. Que linda a música, é de espantar qualquer cativeiro de maus pensamentos.
    bjs

    ResponderExcluir
  15. Isso é lindo....eu gostei realmente da musica, mas as palavras me tocaram de forma unica !

    Diz pra mim que foi vc...e se foi...deixa eu publicar na minha pagina, logico citando vc !

    Beijo e obrigado por todo o apoio !

    ResponderExcluir
  16. Yasmine,

    Nada de cativeiros, mas recordar é muito bom.
    Amei a música.
    Beijos

    Ah sempre esqueço de comentar; suas fotos são lindas, seu sorriso é deslumbrante.

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Amiga, adoro Celine Deon e música francesa. E concordo com a Zélia, esfinges sao difíceis de decifrar. Fica por tua conta essa.

    beijoss

    ResponderExcluir

Amor e Paz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...