quarta-feira, 3 de agosto de 2011

VOCÊ : Rubens Lemos

Este poema é do meu pai . É um dos poema mais fortes que ele escreveu antes de morrer (em 1999) , fala de amor sem a menor importância ao que tinha ao seu redor,  as riquezas , os dogmas , as tabelas de economia , ele amava e pronto. Foi meu mestre , meu amigo .Tenho uma mania de bagunçar arquivos , embora sofra o preço de trazer de volta algumas lembranças . Ele não era nada perfeito , pelo contrário um homem que tinha seu mundo e não abria mão dele e viva! : cheio de defeito , mas se o amor chegasse , ele mergulhava inteiro . Assim entre outros carinhos , aprendi que o amor  realmente é para que tem coragem e sabe amar . YL


VOCÊ


O corpo assim caverna de segredos justos
E tesouros tão guardados quanto expostos,
Nenhum mergulho aventureiro, mas
O gosto sempre de aventura e descoberta.


Eclipse, pois serenidade louca
Na cada trajetória desse sexo
Que se conhece e nunca se repete
Porque novo segredo sempre aberto.

O corpo assim fechado ao tempo sério,
Abre-se forma, força, fogo e gesto
Definitivo no gozo dos sentidos
Que fabricam tesouros conquistados.

O corpo enfim exposto é só desejo desenhado
No amor já liberado
Tesouro igual mergulho no segredo
É todo em tudo o sonho desejado.

*Rubens Lemos
Santiago do Chile : 1971






Chico Buarque : Tatuagem

19 comentários:

  1. Boa noite menina poetisa, agora descobri porque tanto talento para escrever, filha de poeta, poeta com certeza será...Lindo Yasmine, queria tanto ser como ele, ter meus defeitos, mas que meu amor conseguisse ver alem do meu ser e descobrir o quanto eu o amo...talvez ate saiba, mas na sua macheza, nao revela,e me deixa assim,amando por nós dois...Minha reverência ao teu pai e a ti, menina poetisa...Bjin e fique com DEUS!

    ResponderExcluir
  2. Ahhhh que post lindo! Do início ao fim...
    Beijo, beijo
    She

    ResponderExcluir
  3. Oi Yasmine
    DNA que brilha junto!um tesouro que tinha em mãos.Parabéns ao pai amado, mesmo que distante, num lugar onde nao há dor.
    Hoje estou vindo aos blogs pra liberar um pouco a tensão que desde ontem me assolou, a morte.
    Nunca foi boa, e se leva um dos nossos , aí dói muito mais.
    Perdi um amigo precioso assim desnecesssário e parece que tudo segue normalmente.Fico indgnada.
    La no blog tem mais informações tá?
    um grande abraço amiga.

    ResponderExcluir
  4. Para ler e sentir. Muito bonito.

    Um abraço amiga.
    oa.s

    ResponderExcluir
  5. Acho já te disse, mas volto a dizer, a hereditariedade veio até na veia poética, muito lindo!

    ResponderExcluir
  6. Yasmine, quem ama de verdade faz isso aí:"se joga dentro do amor", sem medir as consequências.
    Estou aqui relendo o poema, que muito me encantou.
    Nossa! Sem palavras.
    Bom diaaaaaaaaa
    Xeros

    ResponderExcluir
  7. Muito lindas e emocionante, vindas do coração tuas palavras nessa homenagem ao teu pai. Linda poesia dele. beijos,chica

    ResponderExcluir
  8. Olá, linda poesia, emociona! abraços

    ResponderExcluir
  9. Muito lindo, muito forte, cheio de sentimentos, um corpo que se faz templo de alma, de todos os sentimentos, desejos, sonhos, e a eterna busca dessa paz de espírito...belíssimo minha amiga...super beijo de bom dia.

    ResponderExcluir
  10. Lindo poema de seu pai, remexendo em baús as vezes nos surpreendemos com tesouros.
    Beijos e lindo dia pra ti!

    ResponderExcluir
  11. Sorvi cada gota do poema, para desvendar o prazer. Lindo.
    Bjux

    ResponderExcluir
  12. Li com respeito e amor este poema do teu api minha Deusa!

    "Porque novo segredo sempre aberto.

    O corpo assim fechado ao tempo sério,
    Abre-se forma, força, fogo e gesto"

    Que lindo... intenso e vivo! Um poeta da Confraria do Fogo! Como nós somos... como eu sou aprendiz disso! Desta chama de cantar!

    Beijos de Luz!
    Grato pela força que me dás sempre, pelo renovo que é vir aqui!
    :)))
    Gratidão!

    ResponderExcluir
  13. Bom dia,Yasmine!!

    Uma linda e justa homenagem a seu pai!!!
    Belíssima poesia!!Pura volúpia!!
    Beijos pra ti querida!!
    Tenha um lindo dia!!

    ResponderExcluir
  14. Que lindo o poema de seu Pai, e que linda homenagem, como é bom, neh vez em quando remexermos em nossos arquivos, apesar de algumas memórias doerem, outras nos dão enorme prazer.


    beijinhos lindona, carinho em seu coração e ótimo dia.

    Ahhhhh e minha musica do nosso Chico, hummmm

    ResponderExcluir
  15. Oi Yasmine!

    Um lindo poema que vai fundo nas facetas do amor.A música fez a sintonia exata com as palavras de quem sabia amar e falar de amor!
    Este baú das memórias merece ser mais remexido!rss

    Beijão menina poetisa!

    ResponderExcluir
  16. Dizer o quê? Mais um poema perfeito do teu pai. beijo de zélia

    ResponderExcluir
  17. Amiga querida! Eu sabia que tinha algo em seu poder de criação que só Deus explica. E taí! Coisa mais linda seu pai deixou de herança pra vc! Versos intensos, profundamente belos de quem se joga no amor como se joga na vida. Parabéns, Sr. Rubens Lemos, meu eterno respeito e admiração. Beijos, minha querida, saúde, paz e bem! ET.: sobre o layout - ainda não estou convencida, muitas mudanças, certamente, virão, até eu encontrar um imagem que represente o que quero dizer no Páginas de Poesia. Ficou bonitinha aquela? Rsrsrsrs... Bjs

    ResponderExcluir
  18. Imagino a convivencia de voces ....e fico feliz por haver poesia e coragem unindo e amparando a intensidade q ainda existe.que bom ter um arquivo assim que remexe e poe ante a tudo o amor.

    te quero bem, loiraaa.

    beijo

    ResponderExcluir

Amor e Paz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...