quarta-feira, 6 de outubro de 2010

DEIXE ELA SER O QUE QUISER


Não se traduz poesia,

Não se critica a escrita quando há dor,

Costuma-se criticar o amor, a alegria, a paz.

O poema sofre, porque muitas vezes quer ser feliz e não pode.

Não pode porque esperam sempre choro e todos os dentes trincados.

Não se pode ser poema, se não for devidamente explicado.

A poesia não se explica, mora dentro daquele que sente do seu jeito.

Felicidade ou choro, poema nascido seja no sangue da celebração ou na palavra bruta instigada pela mágoa, ela vem e se espalha.

Não se reclama da poesia, deixe as queixas para o poeta, que também não sabe entender, sabe sentir.

Ela : a única solução para esquecer os insensíveis.

Yasmine Lemos

06/10/2010

























7 comentários:

  1. Realmente Yasmine , a poesia está em todos , mas só os poetas sabem coloca-las no papel.
    Um grande beijo e muito obrigada pelos livros.
    Beijo
    Maria Luiza (Lulú)

    ResponderExcluir
  2. beijo minha linda! aproveite a leitura.

    ResponderExcluir
  3. Tem razão, só a poesia pode criticar ela mesma.
    Só a poesia se entende, só a poesia nos entende e nos encanta.
    Boa semana, beijos.

    ResponderExcluir
  4. É isso Samantha, deixemos a poesia e os poetas livres.beijos pra vc

    ResponderExcluir
  5. É minha amiga...às vezes nem o poeta consegue cantar sua dor ou seu amor...
    De tanto que se perde no sentimento!
    Estou amando seus livros!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. "A poesia não se explica, mora dentro daquele que sente do seu jeito".
    Olá, querida
    Gostei muito desse "pedacinho poético"
    Abraços fraternos e carinhosos.

    ResponderExcluir
  7. Mari,as vezes até para "cantar" a dor ou o amor complicam tudo.Que bom que gostou do livro,beijão.

    Orvalho! Obrigada pelo carinho
    beijos

    ResponderExcluir

Amor e Paz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...