segunda-feira, 4 de abril de 2011

PACIÊNCIA,AMOR /RUBENS LEMOS 1973




No sentido geral do nosso tempo

Muro se ergue duro contra o espaço,

Que exige de nós dois a própria vida

Na conquista do muito que nos resta



Desperdício dos sonhos fabricados

Ao lado e passo de ternuras falhas,

Propondo enganos,desafios claros

Quando o amor é muito mais,não isso.



É pouco enquanto tempo superado

Pela marca principal do chão futuro.

E muito se a verdade é nosso espaço

E o amor de nós dois maior que o muro.



Rubens Lemos
1973 - Chile

24 comentários:

  1. Olá Yasmine
    São tantos os muros a serem rompidos, que se o amor não for forte, não resistirá a esses obstáculos.
    Bjux

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito...sinto que as vezes desperdiçamos muito tempo brigando se na verdade o queriamos era nos enroscarmos um nos braços do outro e nos amarmos muito, mas nao, sempre temos que erguer nosso muro e tentar ser melhor que o outro...mas se o amor existe, pq nao colocamos esse muro abaixo para sempre?Enfim, amei seu texto...estarei sempre aqui...bjin

    ResponderExcluir
  3. Oi Wanderley, o amor tudo pode,assim eu acredito bjs

    ResponderExcluir
  4. Simone querida,dissestes bem ,quem ama de verdade não tem medo,nem conviniências,o poema é do meu pai.Beijos

    ResponderExcluir
  5. Cabe a nós derrubar os muros .
    Seu pai um poeta, tens bem a quem puxar rsr
    parabéns pela família bonita.

    abraços Yasmine

    ResponderExcluir
  6. Lis, obrigada ! mas ele era poeta,e eu apenas admiro e tento aprender.
    beijo

    ResponderExcluir
  7. Bom dia, querida amiga Yasmine.

    Que maravilha de poema, menina...
    Pelo nome, vi que o autor é seu parente, e agora sei que é seu pai, através do comentário da Lis.

    O amor dele é mais forte que os muros. Grande poeta!!

    Um abraço apertado.
    Tenha uma linda semana de paz e realizações.

    Obrigada por compartilhar, e obrigada pelo carinho.

    ResponderExcluir
  8. \o/ \o/ \o/ Estou super feliz. Obrigado.
    vou mandar por email os dados.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. O amor é o alicerce da vida.
    Estou com o comentário de Lis.

    E Wanderley ganhou! Ele merece.
    Xeros

    ResponderExcluir
  10. Amapola meu pai sabia amar de uma forma total explicita,assim eu aprendi a não esconder meus sentimentos,um homem de verdade.obrigada e um beijo

    ResponderExcluir
  11. Ana, o amor é tudo quando se é completo,não existem muros ,nem pedregulhos,nem vidros ,nada.
    beijão

    ResponderExcluir
  12. Parabéns a você também linda, por ceder os livros para o sorteio da Aninha e por esse dom maravilhoso.
    Beijosssssss

    ResponderExcluir
  13. Querida...

    tem selinho no meu blog pra vc!!

    Beijoos
    http://pathyoliver.blogspot.com/2011/04/200-seguidores.html

    ResponderExcluir
  14. Estes muros se não forem derrubados desbotam o amor.
    Amanhã iniciiarei a Série/Perdas com a participação da Chica, venha somar com seus comentários.
    bjs

    ResponderExcluir
  15. ENTÃO SEU DOM VEM DE FAMÍLIA?!MUITO LINDO!BEIJOS.

    ResponderExcluir
  16. E que nada impeça esse amor! Gostei do seu blog, estou seguindo e espero voltar mais vezes, querida Yasmine! O poema é lindo. beeeeeeeeijos!

    Com amor,
    |Cynthia|

    ResponderExcluir
  17. Dizem que o verdeiro amor supera barreiras né minha flor.
    Maravilhoso poema e de muito bom gosto.
    Beijos lindona rs

    ResponderExcluir
  18. Rosane,obrigada vc é sempre bem vinda aqui beijos

    Norma, os muros ssempre existirão ,cabe a nós e ao amor derrubá-los.Amanhã estarei lá bj

    Ale,
    rss estou longe de ser tão bom quanto ele.obrigada beijão

    Cythia, volte sempre, faça daqui seu espçao também beijos

    Pérola querida, o amor não gosta de barreiras,não combina se existir,não é amor.beijossss

    ResponderExcluir
  19. O amor pode tudo e supera tudo.

    Beijos lindona, carinho no seu coração

    ResponderExcluir
  20. Dja, pode mesmoooooooo! beijo grande

    ResponderExcluir
  21. Obrigada, Yasmine. Você também fique à vontade para voltar ao Flores de um Jardim, e para levar o selinho oficial! Beeeeeeeijo.

    ResponderExcluir
  22. Lendo os comentários (adoro isso) vi que seu pai é o autor desse lindo poema. A arte tá na veia da família, achei fantástico!
    E vou te dizer há muros intransponíveis na convivência, no aprendizado da prática do verdadeiro amor, e nao apenas encantamento, por isso a última estrofe achei perfeita, teu pai sabe (ou sabia?) das coisas!

    #Bom restinho de semana!

    ResponderExcluir
  23. Que belo! ainda bem que ele legou à filha todo o seu talento... beijo

    ResponderExcluir

Amor e Paz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...